Ir direto para menu de acessibilidade.
Portal do Governo Brasileiro

GTranslate

pten

Opções de acessibilidade

 
Início do conteúdo da página

DIREITO DA TERRA: ENTREGA DE DOCUMENTOS PARA O VESTIBULAR ENCERRA DIA 8

Publicado: Sexta, 04 de Março de 2016, 15h54 | Última atualização em Sexta, 08 de Abril de 2016, 10h37 | Acessos: 2722

Publicado: Sexta, 04 Março 2016/ 11:49 

 

Veículo: MarabáNotícias

Editoria:Geral     Tipo: Matéria  

Assunto: Unifesspa 

 

 

Na próxima terça-feira, dia 8, se encerra o prazo para entrega de documentação referente à inscrição para o vestibular da Turma de Direito do PRONERA no Instituto de Estudos em Direito e Sociedade, da Universidade Federal do Sul e Sudeste do Pará (IEDS/UNIFESSPA), no Campus I (Folha 31, Nova Marabá). Trata-se do chamado Direito da Terra, cujos candidatos ao curso precisam ser clientes da reforma agrária ou os filhos/dependentes destes. Os documentos referem-se ao item 2 do Edital e devem ser entregues na Secretaria do IEDS, de 14h às 18h.

 

Por telefone, o professor Jorge Luís Ribeiros dos Santos, que integra a coordenação do processo seletivo, lembra que não basta fazer só a inscrição na internet. Para que as inscrições sejam válidas e o candidato possa fazer a prova ele deve, até o dia 8 de março, entregar toda a documentação original ou autenticada no IEDS/UNIFESSPA.

 

“Aqueles que não entregarem terão sua inscrição indeferida e não poderão fazer a prova. Por isso é importante se atentar para os prazos”, explica Jorge Luís, acrescentando que até esta sexta-feira (4), havia cerca de mil inscritos para o vestibular que oferecerá 50 vagas. Ocorre que desse total, somente algo em torno de 40 tinham entregado a documentação exigida.

 

Os documentos que precisam ser entregues, conforme o edital, são documentos pessoais do candidato, documentos pessoais do titular da reforma agrária e mais uma declaração do Incra.

Criado pela Unifesspa por meio de convênio com o Incra e financiamento do Programa Nacional de Educação na Reforma Agrária (Pronera), o Direito da Terra tem o seguinte critério de seleção: os inscritos fazem a prova do Exame Nacional do Ensino Médio (ENEM), a segunda etapa é a Redação e a terceira é a entrevista. Daí se tira a média final dos candidatos.

 

O curso

O Direito da Terra é o primeiro e único da Amazônia, mas já existem outros quatro cursos nos mesmos moldes no Brasil: na Universidade Federal de Goiás (UFG), na Universidade Estadual de Feira de Santana, na Bahia (UEFS), na Universidade Federal da Bahia (UFBA), em Salvador, e na Universidade Federal do Paraná (UFPR).

 

Conforme reza o edital, assinado pelo reitor pro tempore da Unifesspa, Maurílio de Abreu Monteiro, o curso será ministrado no campus I da Unifesspa, na modalidade presencial, em regime de Alternância Pedagógica. Esse regime é composto por dois momentos de formação: o Tempo Universidade e o Tempo Comunidade, com atividades organizadas em calendário próprio para a integralização curricular, com duração de cinco anos.

 

O Tempo Universidade será desenvolvido com aulas presenciais nas dependências da Unifesspa. As aulas presenciais, do Tempo Universidade, poderão ser realizadas em período integral, concentradas ao longo do semestre, observando a dinâmica das etapas curriculares, com turnos de estudos distribuídos de segunda a sábado.

 

O Tempo Comunidade será realizado nas comunidades de origem da moradia dos estudantes, para o cumprimento do fluxo curricular da alternância pedagógica, com acompanhamento dos professores.

 

0
0
0
s2sdefault
registrado em:
Fim do conteúdo da página