Ir direto para menu de acessibilidade.
Portal do Governo Brasileiro

GTranslate

pten

Opções de acessibilidade

 
Início do conteúdo da página

Unifesspa e Fapespa firmam convênio de R$ 1 milhão para mapear sistema de contas da região

Publicado: Quarta, 30 de Outubro de 2019, 14h55 | Última atualização em Quarta, 30 de Outubro de 2019, 14h57 | Acessos: 114

Veículo: Correio de Carajas

Data: 29 de outubro de 2019

Link da Matéria: https://correiodecarajas.com.br/unifesspa-e-fapespa-firmam-convenio-de-r-1-milhao-para-mapear-sistema-de-contas-da-regiao/

Unifesspa-2-1-750x375.jpg

Um convênio celebrado entre a Universidade Federal do Sul e Sudeste do Pará (Unifesspa) e a Fundação Amazônia de Amparo a Estudos e Pesquisas (Fapespa) financiará projeto “Matriz Insumo-Produto Inter-regional do sul e sudeste do Pará” com apoio financeiro fixado em R$ 1.063.580,00 e prazo de execução e vigência do convênio de 36 meses, contados a partir de outubro.

O projeto visa elaborar uma metodologia e sua utilização para construir três Tabelas de Recursos e Usos (TRUs) no período de 2016 e 2019 e uma matriz de insumo-produto “MIP” para o sul e sudeste do Pará em 2019.

O coordenador do projeto, Prof. Dr. Giliad de Souza, explica que a matriz insumo-produto é uma metodologia de contas nacionais para tentar perceber como funcionam os agregados do país. “É uma metodologia de agregação de variáveis que tentam captar o tamanho da produção de um espaço, assim como seus impactos internos. Para isso, elaboramos as TRUs, que vai mostrar a quantidade de produção de cada setor e quais devem ser consumidos para produzir uma determinada riqueza”, explica o professor.

Em suma, o projeto possibilitará identificar os setores com maior capacidade de impacto e de encadeamento econômico (compra e venda), utilizando essas metodologias que são formas de conseguir encontrar variáveis macroeconômicas, de contas nacionais em uma dimensão regional. 

Envolvidos no projeto estão cinco professores do curso de Ciências Econômicas, 10 estudantes de graduação e três estudantes de Mestrado. A equipe vai averiguar na região de integração de Carajás – composta por 12 municípios – e compreender como a Secretaria da Fazenda do Estado do Pará delimita a região. (Zeus Bandeira)

0
0
0
s2sdefault
registrado em:
Fim do conteúdo da página