Ir direto para menu de acessibilidade.
Portal do Governo Brasileiro

GTranslate

pten

Opções de acessibilidade

 
Início do conteúdo da página

Livro sobre filosofia como cura da alma será lançado na Unifesspa no próximo dia 19

Publicado: Sexta, 13 de Setembro de 2019, 15h05 | Última atualização em Sexta, 13 de Setembro de 2019, 15h05 | Acessos: 9

Veículo: Zedudu

Data: 11 de setembro de 2019

Link da Matéria:https://www.zedudu.com.br/livro-sobre-filosofia-como-cura-da-alma-sera-lancado-na-unifesspa-no-proximo-dia-19/

O professor do Instituto de Ciências Humanas da Universidade Federal do Sul e Sudeste do Pará (Unifesspa) José Davi Passos vai lançar no próximo dia 19 de setembro seu 5º livro intitulado: A filosofia como cura da alma – a formação ética como terapia na atividade filosófica antiga. O evento será realizado no Auditório da Unidade I do campus de Marabá, na Folha 31, às 19 horas e contará com a presença de alunos, servidores e da sociedade em geral.

Durante o lançamento do livro, haverá uma palestra e debate sobre a obra literária que contém 428 páginas. O autor que é professor na Unifesspa há 24 anos já escreveu outros livros como: “Raízes da filosofia da educação”, “A busca da excelência moral do homem”, “A educação no antigo Oriente” e o “Caboclo retirante: do Cariri à Amazônia”.

“É uma pesquisa inédita e abrangente sobre esse aspecto da filosofia como cura da alma. O livro mostra que o homem é capaz de cuidar de si mesmo para curar-se e conquistar uma vida feliz. Estou muito satisfeito em lançar mais este livro e entendo que a filosofia nos ajuda desvendar os mistérios e histórias da nossa existência, e nos leva a compreender o porquê e a razão fundamental para tudo o que existe. Foi um ano de muito estudo, mas agora sinto-me realizado”, destacou o professor José Davi Passos.

Sinopse do livro

Na Antiguidade, o filósofo era o verdadeiro curador, o “médico de almas”. A ideia de “terapia da alma” se achava inerente à tradição poética desde Homero: os mitos de curas eram efetivados pela poesia que propunha a “pacificação da alma” em face da existência demarcada, inexoravelmente, pelo destino das contradições, atribulações e tragédias encerrados no sofrimento e na morte. Além dos mitos, os médicos adotaram da Filosofia conceitos, categorias e métodos racionais úteis à investigação e aplicação da arte da cura. A busca de explicações racionais para os fenômenos naturais é abraçada metódica e sistematicamente pela medicina hipocrática, construindo métodos de diagnoses, prognósticos e procedimentos terapêuticos a partir de princípios e bases racionais. Essa obra se orienta pela ideia de que a Filosofia visava formar o indivíduo elevando-o à estatura de sábio pela cura interior que o instituía forte, corajoso, perspicaz, justo, amoroso, solidário, feliz e capaz de curar-se interiormente pela “epiméleia” filosófica.

0
0
0
s2sdefault
registrado em:
Fim do conteúdo da página