Ir direto para menu de acessibilidade.
Portal do Governo Brasileiro

GTranslate

pten

Opções de acessibilidade

 
Início do conteúdo da página

Alunos da UEPA e Unifesspa se unem em projeto para escolas públicas

Publicado: Segunda, 26 de Agosto de 2019, 09h42 | Última atualização em Segunda, 26 de Agosto de 2019, 09h42 | Acessos: 339

Veículo: Correio dos Carajás

Data: 23 de agosto de 2019

Link da Matéria: https://correiodecarajas.com.br/alunos-da-uepa-e-unifesspa-se-unem-em-projeto-para-escolas-publicas/

Alunos da UEPA e Unifesspa

Os acadêmicos de Biomedicina da Universidade do Estado do Pará (UEPA) e os de Biologia da Universidade Federal do Sul e Sudeste do Pará (Unifesspa) firmaram parceria para realizar o projeto “Genética na Escola”, que chega à sua 3ª Edição na tarde desta sexta-feira, dia 23, a partir das 16 horas. A ação ocorre na Escola Municipal Pequeno Príncipe, localizada na Folha 32, Nova Marabá.

O projeto é idealizado pela Liga Acadêmica de Genética Rosalind Franklin da UEPA, e tem como objetivo congregar estudantes do ensino fundamental e médio com interesse em genética e, assim, promover grupos de estudo e ações de incentivo à ciência. Nesta edição, a proposta será direcionada aos alunos do último ano de ensino, visando aplicar conceitos da disciplina a perguntas de vestibular e assim familiarizar os estudantes com as questões.

De acordo com João Alphonse, presidente da Liga, as abordagens aos alunos ocorrem de forma lúdica, por meio de dinâmica de consolidação do aprendizado, e expositiva. “Hoje vamos abordar o conceito de genética às questões de vestibular para direcionar melhor os meninos que já estão no terceiro ano”, afirmou ao Correio de Carajás.

João explica que nas duas edições anteriores o trabalho foi direcionado às crianças do ensino fundamental com o intuito de democratizar a ciência por meio dos conceitos gerais. Questionado pela Reportagem, João afirma considerar importante auxiliar os estudantes neste processo tão importante que é a preparação para os vestibulares. “E mesmo aqueles que não tenham o vestibular como meta, vão poder aprender e praticar um pouco mais o assunto”, replicou.

Segundo o discente, na ação eles também aproveitam para falar sobre cursos e como é o dia a dia na faculdade. “Fazemos isso porque alguns alunos não têm conhecimento, por exemplo, da existência de determinados cursos na cidade, que poderiam ser caminhos a serem seguidos por eles”, afirmou.

A Liga Acadêmica

A Liga é composta atualmente por acadêmicos de Biomedicina da UEPA e de Biologia da Unifesspa. É destinada aos alunos do ensino superior das instituições públicas dos cursos que tenham disciplinas relacionadas à genética em sua grade curricular, e a seleção ocorre a partir da aprovação em um processo seletivo realizado pela própria Liga. (Karine Sued)

0
0
0
s2sdefault
registrado em:
Fim do conteúdo da página