Ir direto para menu de acessibilidade.
Portal do Governo Brasileiro

GTranslate

pten

Opções de acessibilidade

 
Início do conteúdo da página
Últimas notícias

Defendida a primeira dissertação no Mestrado Profissional em Educação Inclusiva

  • Publicado: Sexta, 18 de Novembro de 2022, 11h51
  • Última atualização em Segunda, 21 de Novembro de 2022, 10h39
  • Acessos: 354

WhatsApp Image 2022 11 18 at 12.04.29Como se dão os processos de inclusão educacional de alunos surdos matriculados em salas comuns da Educação de Jovens e Adultos em Marabá? Foi a partir desse questionamento que o professor e, agora, Mestre Edson do Anjos desenvolveu seu trabalho no Programa de Mestrado Profissional em Educação Inclusiva em Rede Nacional (Profei) da Unifesspa. Defendida no último dia 16 de novembro, a dissertação é a primeira do Profei, único programa com mestrado profissional em educação especial na região norte.

O trabalho revela, a partir do município de Marabá, as políticas educacionais adotadas para a Educação de Jovens e Adultos e Educação Especial e se essas políticas estão colaborando para que os estudantes surdos adultos sejam reincluídos na educação, tendo em vista que já foram excluídos em algum período da vida, ocasionando o seu retorno à escola na fase adulta.

Nesse sentido, Edson explica que sua pesquisa contribui para o aprimoramento dos serviços e práticas já existentes e implementação de novas estruturas e dinâmicas de trabalhos dessas duas modalidades de ensino, bem como demonstra a necessidade e as possibilidades de articulação entre elas, com o foco específico para a educação de surdos. “Além da pesquisa, produzimos um produto educação intitulado ‘Guia didático para educação de surdos na EJA’, que traz orientações práticas para que as redes municipais de ensino possam estudar práticas inclusivas na educação de estudantes surdos adultos”, disse.

Para Edson, o Profei foi de uma importância imensurável para sua atuação profissional. Há 23 anos trabalhando com educação de surdos em Marabá e região, ele afirma que este mestrado oportunizou melhorar em alto nível seus conhecimentos, bem como produzir novos outros, que irão servir a todos os demais edson sala aulaeducadores. “A vinda do Profei causa impactos positivos que mudam de fato não só a minha vida profissional, mas a vida de inúmeros estudantes e educadores que irão se beneficiar do que conseguimos produzir no mestrado”, destaca.

Orientadora do trabalho, a professora Ana Clédina Gomes lembra que a Unifesspa foi a única universidade federal a compor a rede do Profei para as primeiras que iniciaram em 2020. A docente explica, ainda, que desde 1996 uma lei possibilita a inclusão de pessoas com deficiência na rede regular de ensino e, até então, só a oferta se restringia a cursos de especialização para formar os professores.

“A prova dessa demanda reprimida se deu nesta primeira defesa de dissertação realizada pelo mestrando Edson Rodrigues dos Anjos, do qual fui orientadora, pois há 23 anos ele trabalhava com alunos da educação especial e somente agora conseguiu realizar um curso de mestrado na área, tendo a possibilidade de realizar um estudo sobre sua própria prática profissional”, pontua.

A segunda turma do Profei Unifesspa está iniciando agora em 2022 com 16 mestrandos, que são professores vindos de vários municípios paraenses e de outros estados em busca de formação na área da educação especial. “É a Unifesspa cumprindo seu papel social mesmo com todas as dificuldades que os programas de pós-graduação enfrentam, como a falta de apoio técnico e no caso do Profei, mais pesquisadores que se interessem pelo tema para integrar o quadro de docentes”, finaliza Ana Clédina.

Sobre - O Profei é um curso semipresencial, com oferta simultânea nacional e internacional, no âmbito do Sistema da Universidade Aberta do Brasil (UAB), conduzindo ao título de Mestre em Educação Inclusiva. Tem como objetivo central desenvolver processo formativo profissional que permita buscar meios para efetivar uma sociedade inclusiva. Saiba mais sobre o Programa em www.profei.unifesspa.edu.br.

registrado em:
Fim do conteúdo da página