Ir direto para menu de acessibilidade.
Portal do Governo Brasileiro

GTranslate

pten

Opções de acessibilidade

 
Início do conteúdo da página
Últimas notícias

I Seminário Pedagógico discute impactos da proposta do novo Ensino Médio na formação do professor

  • Publicado: Sexta, 10 de Junho de 2022, 19h13
  • Última atualização em Sexta, 10 de Junho de 2022, 22h43
  • Acessos: 268

IMG 0179 1

O I Seminário Pedagógico "Dialogando com a Educação Básica debate as mudanças para o novo ensino médio na Unifesspa" ocorreu na Unidade 2, campus de Marabá, nesta sexta-feira (10). O evento foi idealizado pela turma de 2018, do curso de Licenciatura em Química, da Universidade Federal do Sul e Sudeste do Pará (Unifesspa) e coordenado pelo prof. Narciso Soares e o prof. Sebastião Silva. Com o objetivo de falar sobre os desafios e oportunidades trazidos pela mudança curricular do BNCC, o evento discutiu sobre os possíveis impactos da proposta do novo ensino médio na formação do professor.

A partir deste ano, a rotina acadêmica de estudantes, professores e gestão escolar mudará com o chamado Novo Ensino Médio, onde a organização curricular contemplará a Base Nacional Comum Curricular (BNCC) e oferecerá os itinerários formativos, com foco nas áreas de conhecimento e formação técnica e profissional que o estudante deseja seguir. O documento iniciado em 2017, apresenta algumas questões que ainda não estão totalmente esclarecidas aos alunos e professores e que foram pautadas durante as mesas de debates. Os itinerários formativos Matemática e suas Tecnologias e Ciência da Natureza e suas Tecnologias foram os temas escolhidos para o evento, visto que, estes, contemplariam todos os cursos de Licenciatura do ICE (Ciências Naturais, Física, Matemática e Química).

IMG_0156.jpgNa mesa de abertura tivemos como primeira fala a do coordenador do evento, o prof. Dr. Narciso das Neves Soares que falou sobre a necessidade de dialogar sobre a nova proposta do ensino médio com professores e estudantes. “Precisamos discutir currículo. Currículo significa identidades, é uma relação, como já dizia Francis Bacon, conhecimento é poder e o currículo é conhecimento rico e que não se restringe a uma matriz curricular. Isso é só uma pontinha do que é o discurso do currículo. A formação é currículo, por isso que temos a URE aqui hoje, a sala de aula currículo e por isso que temos os professores, e a formação é currículo”, afirmou o professor em sua fala introdutória para o evento.

Outros participantes da mesa de abertura foram: a professora Eliene Rodrigues Marinho que representou as escolar particulares, o prof. Me. José Gibalto dos Santos Lima Júnior, representante da 4ª URE, a diretora do Instituto de Ciências Exatas (ICE) a profa. Dra. Joana Luíza Pires Siqueira, e a vice-reitora da Unifesspa profa. Dra. Lucélia Cavalcante compartilhou a sua alegria com a realização do evento que foi articulado pelos estudantes do curso de Química. “Eu fico pensando o que será que vocês, alunos, viram na disciplina prática que causou espanto em vocês para realizar essa discussão. E espanto eu digo no sentido de fazer com que vocês se indagassem e questionassem sobre pontos e aspectos que surgiram dentro das escolas e com a escola", concluiu.

registrado em:
Fim do conteúdo da página