Ir direto para menu de acessibilidade.
Portal do Governo Brasileiro

GTranslate

pten

Opções de acessibilidade

 
Início do conteúdo da página
Últimas notícias

“Contamos com o entusiasmo de vocês para manter a Unifesspa em movimento”, diz reitor a novos servidores

  • Publicado: Quinta, 12 de Novembro de 2020, 18h50
  • Última atualização em Sexta, 13 de Novembro de 2020, 11h33
  • Acessos: 656

Posse Servidores 0102Na manhã desta quinta-feira, 12, 14 novos servidores tomaram posse junto à Universidade Federal do Sul e Sudeste do Pará (Unifesspa). Dois técnicos administrativos e 12 docentes passam, agora, a fazer parte da comunidade acadêmica, dando continuidade à trajetória de crescimento da instituição.

Na cerimônia, realizada em um hall do bloco central da Unidade 3, em Marabá, além dos novos servidores, o reitor da Unifesspa, prof. Dr. Francisco Ribeiro, e o pró-reitor de desenvolvimento e gestão de pessoas, Marcel Miranda, acolheram os profissionais e deram as boas-vindas.

Para Ribeiro, os novos servidores chegam em um momento crítico, em que a pandemia impõe limites aos trabalhos na universidade. Mas, ao mesmo tempo, em uma situação em que há maior necessidade de apoio e engajamento da comunidade. “O momento é de dificuldade para todos. Por isso mesmo, agradeço a disposição de vocês para essa jornada. Somos uma universidade que está em processo de consolidação, e o engajamento de cada uma e de cada um nas atividades administrativas e de ensino, pesquisa e extensão é primordial. Contamos com o entusiasmo de vocês para manter a Unifesspa em movimento”, destacou o reitor.

Posse Servidores 0190 SocorroMaria do Socorro Sales Mariano, paraibana, ingressa como docente no curso de Psicologia, em Marabá. “Minha expectativa é grande em relação ao curso, porque ele apresenta um Projeto Pedagógico com grande diferencial em relação a outros cursos da área no país. Desde a saúde mental, passando pelos estudos dos comportamentos, até processos de desenvolvimento social são abordados no curso. Dessa forma, as atividades de ensino, extensão e pesquisa vão ao encontro das necessidades da sociedade. Estou bastante satisfeita por agora poder fazer parte do quadro de professores da Unifesspa”.

O campus de São Félix do Xingu também receberá nova docente no curso de Licenciatura em Letras. Míriam Cristina dos Santos chega de Minas Gerais interessada em ampliar as discussões sobre as relações étnico-raciais. “Nos últimos anos, tenho me interessado pela literatura escrita por pessoas negras. Além disso também tenho uma preocupação pessoal e profissional com a inserção de novos estudos na universidade e com a questão da representatividade. É preciso fazer com que estudantes se sintam representados e incluídos, e que os outros setores da comunidade entendam que a universidade faz parte da sociedade. Acredito que eu posso contribuir com esse diálogo”, explica a docente.Posse Servidores 0194 Míriam

Manuel de Freitas Brandão Filho, tem formação em administração e em jornalismo. Ele traz sua experiência no serviço administrativo para atuar como técnico no Gabinete da Reitoria, em Marabá. Para o administrador, “nós devemos apoiar as todas as ações institucionais. Nosso papel é dar todo o suporte para que a universidade consiga executar aquilo que é planejado. Nós, técnicos, contribuímos para manter as atividades em funcionamento, em conjunto com todos os níveis de gestão”.

Preenchimento de vagas

Com os novos servidores, a Unifesspa chega a cerca de 742 funcionários em seu quadro, distribuídos entre as cinco cidades em que possui campus: Marabá, Rondon do Pará, Santana do Araguaia, São Félix do Xingu e Xinguara. Segundo o pró-reitor de desenvolvimento e gestão de pessoas, a posse desta quinta-feira deve ser comemorada como uma conquista da instituição, que, mesmo diante das dificuldades orçamentárias, conseguiu efetivar os novos vínculos. “O cenário não é o mais favorável, por isso, esta é uma conquista. Trabalhamos incansavelmente, com a equipe da Progep, para que chegássemos ao dia de hoje. Agora, além de todas as demandas de gestão já existentes, vamos trabalhar para conseguir preencher as vagas vinculadas à Unifesspa em sua lei de criação, que ainda precisam ser ocupadas. Precisaremos que, conjuntamente, Ministério da Economia e Ministério da Educação nos concedam essa possibilidade”, enfatizou Marcel Miranda.

Atualmente, a Unifesspa encontra-se com um déficit de 309 Técnicos Administrativos em Educação (TAE) e 177 Professores do Magistério Superior (PMS). A expectativa é que ainda este ano seja realizado um concurso para as vagas ociosas.

0
0
0
s2sdefault
registrado em:
Fim do conteúdo da página