Ir direto para menu de acessibilidade.
Portal do Governo Brasileiro

GTranslate

pten

Opções de acessibilidade

 
Início do conteúdo da página
Últimas notícias

Unifesspa terá novas usinas fotovoltaicas e vai construir Ateliê de Artes

  • Publicado: Sexta, 03 de Janeiro de 2020, 16h55
  • Última atualização em Segunda, 06 de Janeiro de 2020, 18h05
  • Acessos: 719

usina mabA Universidade Federal do Sul e Sudeste do Pará (Unifesspa) terminou 2019 com mais um importante avanço. No último dia de exercício financeiro do ano (31/12), a Administração Superior da universidade conseguiu finalizar o empenho de mais de R$ 4,5 milhões em verbas para instalação de novas usinas fotovoltaicas e para construção do Ateliê de Artes.

No total, serão investidos R$ 2,5 milhões em usinas solares e R$ 2 milhões para a construção do Ateliê. Os recursos são provenientes do Ministério da Educação (MEC) .

Atualmente, a Unifesspa conta com um parque de 714 painéis fotovoltaicos, instalados em duas unidades do campus Marabá, além dos campi de Rondon do Pará e Xinguara. Eles têm capacidade de gerar 27 mil kwh/h por mês, conseguindo abastecer 20% da energia consumida por toda a Unifesspa.

Além de serem instaladas novas usinas nos campi que já possuem, também serão montados painéis de captação nos novos prédios dos campi de São Félix do Xingu e Santana do Araguaia, que estão em fase de conclusão. Assim, a Unifesspa terá implantado, em todos seus campi, painéis de geração de energia solar.

A expectativa é que, com a implantação dos painéis, seja possível produzir energia suficiente para o consumo desses novos prédios, e haja uma economia, aproximada, de até R$ 400 mil, por ano, quando todo o parque de geração de energia estiver em pleno funcionamento.

Ateliê de artesO investimento nesse tipo de energia, considerada ecologicamente limpa, irá impactar no orçamento da universidade, sendo uma alternativa adotada pela Administração para diminuir o déficit orçamentário, causado pela disparidade entre o aumento de despesas de custeio e a estagnação das verbas repassadas pelo MEC para a universidade.  

Já a construção do ateliê irá beneficiar centenas de alunos e professores do curso de Artes Visuais da Unifesspa, além de educadores e alunos do ensino fundamental e médio da rede pública de ensino. A execução da obra deverá ser iniciada em fevereiro.

“Garantir esses recursos no último dia do ano demonstra que somos uma universidade vibrante, com servidores envolvidos na consolidação de uma instituição que trabalha para garantir cursos excelentes e que também busca sua sustentabilidade”, destaca o reitor da Unifesspa, Maurílio Monteiro.

0
0
0
s2sdefault
registrado em:
Fim do conteúdo da página