Ir direto para menu de acessibilidade.
Portal do Governo Brasileiro

GTranslate

pten

Opções de acessibilidade

 
Início do conteúdo da página
Últimas notícias

Unifesspa conquista cadeira na Comissão Assessora em Educação Especial e Atendimento Especializado do Inep

  • Publicado: Terça, 17 de Dezembro de 2019, 16h30
  • Última atualização em Terça, 17 de Dezembro de 2019, 16h30
  • Acessos: 1003

Comissão 1O Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) instituiu a Comissão Assessora em Educação Especial e Atendimento Especializado em Exames e Avaliações da Educação Básica. A decisão foi publicada no Diário Oficial da União, através da Portaria de N.º 985, do último dia 25 de novembro, e objetiva promover melhorias no atendimento especializado aos participantes com deficiência e outras necessidades especiais no âmbito dos exames e avaliações.

A comissão formada por 24 servidores representantes de cada coordenação geral da diretoria de avaliação da educação básica tem a atribuição de apoiar, subsidiar e assessorar na implementação de ações da educação especial.

A equipe vai colaborar com as ações do Inep nos campos da educação inclusiva, do atendimento especializado, do emprego e desenvolvimento de recursos e medidas de acessibilidade e de tecnologias assistivas.

O objetivo do Inep é contribuir para a consolidação de uma cultura dos direitos humanos, além de reunir conhecimento sobre temas relacionados à educação especial. A decisão permite melhor assessoramento técnico e pedagógico no aprimoramento de processos e medidas para garantir autonomia, equidade e segurança nas avaliações aos participantes com deficiência.

A Universidade Federal do Sul e Sudeste do Pará é a única da região Norte a compor esta comissão, representada pela Profa. Dra. Lucélia Rabelo, que atualmente coordena o Núcleo de Acessibilidade e Inclusão Acadêmica (Naia/Unifesspa) e trabalha como docente adjunta da Faculdade de Ciências da Educação/Faced/ICH. “A participação da Unifesspa nessa Comissão é a prova do reconhecimento do trabalho desenvolvido na área da acessibilidade e inclusão de pessoas com deficiência, transtorno do espectro autista e altas habilidades/superdotação, em ações de apoio ao ensino, pesquisa e extensão, além do apoio às políticas públicas voltadas à efetivação de direitos desta população. Numa outra perspectiva, a região Norte é representada, via participação da Unifesspa que atua em rede com as universidades públicas através do fórum de núcleos de acessibilidade do Norte”, disse a coordenadora do Naia/Unifesspa Profa. Dra. Lucélia Rabelo.

Ela disse ainda que “é muito importante para Unifesspa atuar na Comissão, que busca aprimorar a implementação da política de educação especial na perspectiva da educação inclusiva, especialmente nos exames e processos de avaliação conduzidos pelo Inep. É uma forma da Unifesspa contribuir com a melhoria na política educacional do país, a partir da experiência acumulada na inclusão e práticas de acessibilidade desenvolvidas através do Naia e projetos de ensino, pesquisa e extensão vinculados também a Faculdade de Educação (Faced) e Instituto de Ciências Humanas (ICH)”, completou.

Comissão 2

0
0
0
s2sdefault
registrado em:
Fim do conteúdo da página