Ir direto para menu de acessibilidade.
Portal do Governo Brasileiro

GTranslate

pten

Opções de acessibilidade

 
Início do conteúdo da página
Últimas notícias

Educação no assentamento 26 de março é retratada na série "Narrativas Amazônicas"

  • Publicado: Quarta, 21 de Agosto de 2019, 09h49
  • Última atualização em Quarta, 21 de Agosto de 2019, 17h57
  • Acessos: 474

Destaque Narrativas Amazonicas Educ 01O terceiro episódio da série documental “Narrativas Amazônicas”, exibido nesta segunda-feira (19), pela TVT, apresentou a "Educação no assentamento 26 de março". A produção mostra a necessidade de fortalecer a luta e a educação no assentamento 26 de março que surge no início da ocupação, ocorrida em 26 de março de 1999. Após o segundo dia de ocupação, foi realizada uma grande assembleia para discutir a organização interna do acampamento e a educação dos acampados (mulheres, homens, jovens e crianças).

Como a educação é bandeira de luta do Movimento dos Trabalhadores Sem-Terra (MST), as famílias acampadas ansiavam por ver seus filhos na escola, por isso, um dos encaminhamentos tirados nessa assembleia foi a organização de uma escola e a construção de um barracão para seu funcionamento.

Passou-se a mapear quem eram as pessoas que tinham condições de atuar como professores voluntários, ao levantamento do número de estudantes e ao agrupamento destes, formando as turmas. Nasce, assim, a Escola Carlos Marighella, com aproximadamente 600 educandos, distribuídos nas modalidades de ensino: educação infantil, ensino fundamental e educação de jovens e adultos. A escola recebeu o nome em memória do comunista Carlos Marighella, assassinado durante o período da ditadura militar.

No vídeo, os expectadores podem observar o quadro de atividades da escola e perceber a diversidade de atividades que integram os segmentos 1 e 2 (educação infantil), que são: produção de brinquedos e jogos pedagógicos, artes visuais, produção de produtos higiênicos e cosméticos (sabão, desinfetante, sabonete), produção de utensílios a partir de reciclagem, arte, dança, teatro, instrumentos musicais, entre outras. Os estudantes são levados a refletir e produzir mediante seu cotidiano.Destaque Narrativas Amazonicas Educ 03

Para todas as séries, são encontradas as mais diversas atividades práticas e pedagógicas. Envolvendo não apenas o jovem, mas também a família que encontra na escola o apoio para a educação de seus filhos. Um detalhe interessante é perceber o quanto as crianças e adolescentes gostam da escola. Tendo a leitura como foco, esses estudantes sonham, acreditam e valorizam seus espaços.

Quem não puder acompanhar a exibição da série, ao vivo pela TVT, pode acessar o canal no Youtube e conferir as reportagens exibidas. Para conferir o vídeo “Educação no assentamento 26 de março” na íntegra, acesse: https://bit.ly/31TazJs

Produção do vídeo

Esse vídeo é o resultado de um trabalho exaustivo de pesquisa de campo, com muitos contatos e conversas, muitas coletas de imagens e narrativas ao longo do tempo de gravação e com objetivo de proporcionar múltiplas inquietações que podem ser provocadas, abordadas e interpretadas a partir desta trilha, cujo objetivo era evocar as vivências, as lembranças, os gestos e olhares de cada personagem, sem dissociá-los de seu papel de sujeitos portadores de memória, saberes e fazeres, e sem deixar de serem suporte e referência desta construção fílmica.

0
0
0
s2sdefault
registrado em:
Fim do conteúdo da página