Ir direto para menu de acessibilidade.
Portal do Governo Brasileiro

GTranslate

pten

Opções de acessibilidade

 
Início do conteúdo da página
Últimas notícias

Série "Narrativas Amazônicas" apresenta a cooperativa de castanha da aldeia Akrãtikatêjê

  • Publicado: Terça, 13 de Agosto de 2019, 10h03
  • Última atualização em Terça, 13 de Agosto de 2019, 10h42
  • Acessos: 749

CASTANHA

O segundo episódio da série documental “Narrativas Amazônicas”, exibido ontem (12), pela TVT, apresentou a “Cooperativa de Castanha - Coopindi Memkwatuwa” da aldeia Akrãtikatêjê. A produção mostrou como o tradicional extrativismo da castanha está sendo transformado em uma estratégia de resistência frente às pressões territoriais historicamente vivenciadas por eles.

Com depoimentos de indígenas da aldeia, o documentário enfatizou como esse povo, por meio da criação de uma cooperativa, tem buscado fortalecer sua autonomia e o princípio da coletividade, bem como agregar valor à castanha colhida na terra indígena.  

A série de vídeos é uma produção da Universidade Federal do Sul e Sudeste do Pará (Unifesspa) em parceria com a emissora educativa TVT. Com quatro episódios de até oito minutos de duração, a série de reportagens vai ao ar às segunda-feira, às 19h45, pela TVT.

Os minidocumentários retratam histórias de trabalhadores e personagens do campo na região sudeste do Pará, apresentando aos telespectadores diferentes olhares sobre realidades brasileiras. Quem não puder acompanhar a exibição da série, ao vivo pela TVT, pode acessar o canal no Youtube e conferir as reportagens exibidas.

O projeto

O projeto “História Oral e Narrativas Amazônicas” teve início em fevereiro de 2018. Após articulações, os recursos para a execução do projeto foram obtidos por meio da emenda parlamentar do senador Paulo Rocha.

Professores e pesquisadores do curso de História (Fahist) e alunos bolsistas da Unifesspa foram responsáveis por mapear os temas, fazer os recortes e fornecer as pesquisas necessárias para suporte e produção dos documentários.  A TVT, encarregada pela parte técnica da produção audiovisual.

Em mais uma ação de divulgação do projeto, os vídeos produzidos serão inscritos na mostra competitiva do Festival de Cinema de Alter do Chão, que ocorre entre 21 a 27 de outubro. Eles vão concorrer na categoria de filmes curtas-metragens, ficção ou documentário, que abordam temas relacionados ao meio-ambiente, culturas e aos povos da Amazônia.

0
0
0
s2sdefault
registrado em:
Fim do conteúdo da página