Ir direto para menu de acessibilidade.
Portal do Governo Brasileiro

GTranslate

pten

Opções de acessibilidade

 
Início do conteúdo da página
Últimas notícias

Avanço: Pela primeira vez Unifesspa terá revisor de textos em braille

  • Publicado: Terça, 04 de Junho de 2019, 11h29
  • Última atualização em Terça, 04 de Junho de 2019, 11h29
  • Acessos: 174

Destaque Diego CegoA Universidade Federal do Sul e Sudeste do Pará (Unifesspa) tem mais uma conquista na área de inclusão e acessibilidade: tendo agora revisor de textos em braille.

O Núcleo de Acessibilidade e Inclusão Acadêmica (Naia/Unifesspa) divulgou no último dia (21) o resultado edital nº 02/2019, que objetivou selecionar um bolsista no âmbito do Programa de Apoio a Discentes com Deficiência em Ações de Acessibilidade e Inclusão – Apoio no processo de revisão de textos em braile do Naia.

O aluno cego do curso de Psicologia José Diego Rodrigues de Lira será o bolsista que desempenhará essa atividade na Unifesspa. Ele se apresentou ao Naia na tarde do dia (22) para assinatura do Termo de Responsabilidade e início das atividades.

Esse serviço de apoio estará sob a orientação e coordenação da equipe do Naia, com o objetivo de oferecer condições de acessibilidade e inclusão acadêmica a discentes com deficiência usuários do sistema braille da Unifesspa que apresentarem demandas de apoios específicos de caráter pedagógico junto ao Naia, requerendo esse tipo de auxílio personalizado no âmbito da educação especial.

Diego será o discente com conhecimento básico na área especifica do braille que lhe permita apoiar nas atividades de revisão de material escrito neste código, com o intuito de conferir-lhe correção, clareza, concisão e harmonia, agregando valor ao texto, bem como o tornando inteligível ao destinatário, ou seja, o leitor.

Para o alcance das finalidades do presente Edital serão destinados recursos financeiros no valor total de R$ 2.800,00 (dois mil e oitocentos reais) oriundos de recursos alocados no Naia para custear o pagamento de 1 bolsa, no valor de R$ 400 reais mensais, para atender aos objetivos do programa. O período da bolsa corresponde a 7 meses, compreendendo o período de 01 de junho a 31 de dezembro de 2019.Braille

Diego vai cumprir uma carga horária de 20 horas semanais atuando no apoio a utilização correta nas adaptações gráficas do sistema braille, por extenso e abreviado; leitura de textos transcritos do português por extenso ou abreviados; correção de erros de transcrição e indicação ao transcritor dos erros a serem corrigidos mediante o uso de estereotipia braille, além da realização de atividades correlatas.

“Eu fiquei muito feliz quando soube que fui aprovado no processo seletivo para revisor de textos em braille da Unifesspa porque é algo que faz parte do meu processo educacional, da minha vida e até nos meus momentos de lazer, inclusive na leitura prazerosa de todos os dias”, argumentou.

0
0
0
s2sdefault
registrado em:
Fim do conteúdo da página