Ir direto para menu de acessibilidade.
Portal do Governo Brasileiro

GTranslate

pten

Opções de acessibilidade

 
Início do conteúdo da página
Últimas notícias

Estudante de Psicologia vai representar a Unifesspa em evento internacional

  • Publicado: Terça, 07 de Maio de 2019, 15h40
  • Última atualização em Quarta, 08 de Maio de 2019, 09h14
  • Acessos: 805

IMG 1494A Universidade Federal do Sul e Sudeste do Pará (Unifesspa) vem se destacando pela qualidade da formação acadêmica oferecida aos alunos que, a cada dia, ampliam a atuação no cenário da pesquisa e da extensão, levando o nome da Unifesspa a várias partes do país e do mundo. 

A estudante Laís Rafaelly é um dos exemplos mais recentes. Ela está no terceiro período do curso de Psicologia da Unifesspa e está prestes a realizar sua primeira grande experiência acadêmica: vai apresentar um artigo em um importante evento internacional na área de Gerontologia.

Como bolsista de iniciação científica da Unifesspa, Laís teve um trabalho aprovado para apresentação no “Alzheimer's Association International Conference”, que acontecerá em Los Angeles (EUA), em julho deste ano. O trabalho intitulado " The Effect of Actions of Elderly Health Education in a Public Long Term Care Institutions in Brazil's Amazon region" fala sobre Educação em Saúde na Gerontologia e é resultado de uma pesquisa de campo feita com os profissionais das instituições de Longa Permanência para Idosos na cidade de Marabá – PA, sob a orientação da professora Nádia Shigaeff.

O objetivo da pesquisa era avaliar o nível de conhecimento dos profissionais que atuam na área sobre aspectos neuropsiquiátricos e biopsicossociais do envelhecimento. A população idosa no país tem aumentado - refletindo numa mudança na demografia brasileira- e a qualificação de profissionais no campo da Gerontologia não tem acompanhado o mesmo ritmo. De acordo com a estudante, são muitos os profissionais que atuam na área em Marabá sem possuir formação específica.

“Enquanto estudante de Psicologia, este congresso traz grande relevância para minha trajetória acadêmica, uma vez que irei levar um pouco da nossa Unifesspa e terei oportunidade de conhecer grandes nomes da ciência”, afirmou, cheia de orgulho e entusiasmo.

Para a coordenadora do curso, a aprovação do trabalho de Laís é motivo de orgulho e resultado do esforço da Faculdade de Psicologia da Unifesspa em formar alunos cada vez mais atuantes na pesquisa, comprometidos com o desenvolvimento regional. “Considerando que Marabá foi eleito o pior município em qualidade de vida para idosos, trabalhos como este, que articulam a formação dos alunos com a pesquisa e a extensão, fortalecem a parceria entre a Universidade e a cidade. Melhor ainda quando a qualidade desse trabalho conjunto recebe o reconhecimento internacional”, avaliou.  

A estudante conta com uma bolsa de iniciação científica da Unifesspa para desenvolver a pesquisa, mas vai precisar de outros recursos para custear algumas despesas da viagem a Los Angeles. Por isso, colegas de curso, familiares, amigos e diversos membros da comunidade universitária estão envolvidos numa campanha para ajudá-la. A estudante criou uma vaquinha na internet para arrecadar fundos para a viagem e qualquer pessoa pode colaborar. 

0
0
0
s2sdefault
registrado em:
Fim do conteúdo da página