Ir direto para menu de acessibilidade.
Portal do Governo Brasileiro

GTranslate

pten

Opções de acessibilidade

 
Início do conteúdo da página
Últimas notícias

Alunos participaram de diversas oficinas durante Calourada

  • Publicado: Sexta, 15 de Março de 2019, 16h15
  • Última atualização em Segunda, 18 de Março de 2019, 09h22
  • Acessos: 550

IMG 0802Nesta quinta-feira (14) o dia foi intenso para os calouros da Universidade Federal do Sul e Sudeste do Pará (Unifesspa). Das 16h às 19 horas, eles participaram de diversas Oficinas como a das Normas para trabalhos acadêmicos conforme a ABNT; Sistema de Assistência Estudantil; Cologravura; Improvisação teatral; Na fotografia somos livres; Jornalismo em foco: análise e crítica de mídia na contemporaneidade; Universitário (a), e agora? Emoções, entrada e permanência na Universidade; Educação financeira; O prazer de aprender conteúdos matemáticos; A propaganda sob os holofotes da análise do discurso; A importância do empreendedorismo na formação do engenheiro e sobre a Construção de poemas: a pluralidade de ser mulher.

Os novos alunos viram como seguir as normas de publicação da Associação Brasileira de Normas Técnicas (ABNT) e verificar a importância de não existirem conflitos em relação à padronização que os ajudará ainda na comparação de pesquisas relacionadas a um mesmo assunto.

Sobre a Assistência Estudantil eles ficaram por dentro de assuntos como o auxílio permanência na Unifesspa destinado ao estudante que se encontra sem condições de arcar com o custo parcial ou integral de transporte, alimentação e material didático-pedagógico.

Na Cologravura, a calourada conheceu as técnicas de se trabalhar com uma matriz que pode ser de papelão, madeira, plástico ou até mesmo metal, se colam, com uso de cola adequada ao suporte, materiais com texturas táteis, como rendas, lixas, areia, folhas secas.

DSC 0157Na Unifesspa, os calouros também puderam participar da Oficina sobre Improvisação teatral que é um teatro feito sem roteiros, valendo-se do aproveitamento de estímulos externos, uma frase, uma ordem do diretor, um assunto do momento, uma mensagem de texto de alguém ou até mesmo um fundo musical.

Houve ainda a Oficina sobre Fotografia retratando a liberdade na hora de fotografar e sobre o fotógrafo exercer seu direito à livre expressão de sua arte e sobre a história da fotografia.

Eles puderam aprender ainda sobre Jornalismo em foco: análise e crítica de mídia na contemporaneidade. Na ocasião puderam falar sobre assuntos do momento e fazer análise sobre as chamadas Fake News.

Os calouros viram ainda sobre um tema bem interessante e que mexe com todos os calouros: Universitário (a), e agora? Emoções, entrada e permanência na Universidade. Os novos alunos fizeram uma análise sobre a dificuldade em conseguir ganhar dinheiro e guardá-lo de forma contínua sem aprender educação financeira.

oficina matematicaTambém foi retratada numa das Oficinas o tema sobre “O prazer de aprender conteúdos matemáticos” com dinâmicas e objetos que chamaram atenção de todos os participantes.

A propaganda sob os holofotes da análise do discurso foi outra Oficina ofertada na Calourada na qual os alunos puderam analisar diversas propagandas e argumentar sobre os discursos utilizados nelas.

As Oficinas seguiram retratando a importância do empreendedorismo na formação do engenheiro. Eles puderam analisar sobre saída do engenheiro da universidade e as expectativas do mercado para este profissional, apontando as deficiências mais visíveis no ensino do empreendedorismo e quais as mudanças necessárias no curso de engenharia para suprir as necessidades das empresas.

Por fim, os calouros participaram da Oficina Construção de poemas: a pluralidade de ser mulher, com a participação de alunos surdos e com a interpretação em Libras da Intérprete do Núcleo de Acessibilidade e Inclusão Acadêmica (Naia/Unifesspa) Misserlani Moreira.

“Nós adquirimos muitos conhecimentos nessa oficina sobre a Análise do discurso. Acredito que os demais alunos também tiveram experiências exitosas. Parabenizo a Unifesspa pela iniciativa em nos proporcionar momentos assim”, disse a aluna do curso de Engenharia Elétrica Raérika Santos, de 19 anos.

oficina publicidade

 

0
0
0
s2sdefault
registrado em:
Fim do conteúdo da página