Ir direto para menu de acessibilidade.
Portal do Governo Brasileiro

GTranslate

pten

Opções de acessibilidade

 
Início do conteúdo da página
Últimas notícias

Alunos da Unifesspa têm trabalhos aprovados em evento internacional na Cidade do México

  • Publicado: Segunda, 11 de Fevereiro de 2019, 12h48
  • Última atualização em Sexta, 15 de Fevereiro de 2019, 13h32
  • Acessos: 1189

Projeto MeninasAs alunas Maria José de Jesus Araújo e Tarcila Marcelle Virtuozo de Lima, do curso de Pedagogia (Turma 2016) e o aluno Renan Lucas Silva, do curso de Letras – Português tiveram seus trabalhos aprovados no I Encuentro Latinoamericano de Investigación Educativa y del Saber Pedagógico, que ocorrerá de 20 a 22 de junho de 2019, na Cidade do México.

O trabalho dos alunos Maria José e Renan Lucas (que são PcD - baixa visão) intitulado: “Práticas Extensionistas em Atendimento Educacional Especializado no Sudeste Paraense” foi orientado pela professora Lucélia Rabelo; e da aluna Tarcila Marcelle sobre a “Identidade e Inclusão: a mulher amazônica literária e artista em sua representatividade e resistência” está sob a orientação da professora Margarida Negreiros e serão apresentados nos meses de março e abril na Leitura Internacional de Pares.

Deste trabalho de Tarcila Marcelle também gerou outro projeto intitulado: “A produção/expressão poética e artística feminina como forma de empoderamento social e intelectual” no final de novembro do ano passado, tendo sido apresentado na I Mostra Científica da Região Sul e Sudeste do Pará (I Mocisspa), recebendo o 1º lugar na categoria graduação.

Esses alunos também vêm se destacando na apresentação de trabalhos no V Congresso Paraense de Educação Especial (V CPEE), na II Jornada de Ensino, Pesquisa e Extensão (II Jepe/Unifesspa) e no Congresso Brasileiro de Educação Especial (CBEE 2018) que ocorreu na cidade de São Carlos – SP.

O trabalho da aluna Tarcila Marcelle vai se transformar num e-Book intitulado: “Interfaces: a pluralidade em ser mulher na sociedade contemporânea” e conta com o apoio do Instituto de Ciências Humanas (ICH) e da Pró-reitoria de Extensão e Assuntos Estudantis (Proex). No e-Book haverá poesias na língua portuguesa e no dialeto da etnia Gavião.

“Estou muito feliz em poder representar a Unifesspa, as mulheres que estão ajudando na construção desse projeto com suas pinturas, desenhos, fotografias e poesias sobre como elas se veem e sobre os preconceitos que sofrem (as mulheres negras, indígenas, da umbanda, as do presídio). Eu espero que o e-Book sirva de material de estudo para que pessoas saibam como as mulheres vivem nesta época. Eu almejo visibilidade e representatividade para a mulher marabaense, incluídas numa sociedade, por vezes, tão machista”, destacou a aluna Tarcila Marcelle.

Já a aluna Maria José pontuou que é muito importante divulgar o trabalho que o Núcleo de Acessibilidade e Inclusão Acadêmica (Naia/Unifesspa) vem desenvolvendo. “Por meio desse trabalho, o Naia vem quebrando barreiras, para que nós pessoas com deficiência (PcD) permaneçamos nos cursos de graduação ofertados pela Unifesspa. Nosso trabalho mostra essa luta pela inclusão. A causa é justa e vou continuar lutando por isso. Nossa viagem é para representar a Unifesspa e esta causa com muito orgulho e muita alegria”, disse entusiasmada a aluna.

Alguns servidores da Unifesspa também estão ajudando os alunos para que eles consigam alcançar seus objetivos. Para que os alunos Tarcila Marcelle, Renan e Maria José possam participar desse evento internacional, eles percorrem órgãos públicos para solicitar ajuda financeira no custeio das passagens aéreas. Os interessados em ajudar as alunas Tarcila Marcelle, Maria José, Carolina Barbosa, Kaio Rodrigues e Roberta Teixeira a chegar até a Cidade do México e participar desse importante evento científico, podem entrar em contato pelos fones: (94) – 99165.0063, 99200-8656, 99190-7557, 99231-2324 e 99116-0254 respectivamente. 

Nossos alunos, nosso orgulho: Com o trabalho intitulado: "Análise documental: estudos de processos jurídicos sobre institucionalização de crianças da década de 1970-1980" e sob orientação da Profª Letícia Souto Pantoja, os alunos Carolina Ferreira Barbosa (Licenciatura em História/2016) Kaio Coelho Rodrigues (Licenciatura em Pedagogia/2016)- Roberta Ferreira Teixeira (Licenciatura em Pedagogia/2017) também tiveram trabalhos aprovados no "I Encuentro Latinoamericano de Investigación Educativa y del Saber Pedagógico".

O trabalho dos alunos resulta de pesquisas desenvolvidas no acervo do projeto do “Centro de Referência em Estudos e Pesquisas sobre a História e Memória da Região Sul e Sudeste do Pará” localizado no Fórum "José Elias Monteiro Lopes" que, posteriormente, será transferido para a Unifesspa. O trabalho possibilitou estudos de documentos históricos da vara da infância da cidade de Marabá/Pará/Brasil datados de 1970-1980. Dentre estes, os alunos destacaram três processos referentes a crianças em situação de institucionalização. Eles utilizaram uma metodologia que compreende as análises documentais de processos jurídicos de guarda, sustento e vigilância e apresentação de menor. A investigação desses documentos permitiu a identificação das práticas de reeducação das instituições responsáveis pela assistência e proteção às crianças sob tutela do Estado, que permeiam educação moral, ética, religiosa, intelectual e social. Eles concluíram que a proteção do Estado neste caso, oferecia os parâmetros educacionais necessários para a formação de um bom cidadão de acordo com o discurso ideológico da época.

0
0
0
s2sdefault
registrado em:
Fim do conteúdo da página