Ir direto para menu de acessibilidade.
Portal do Governo Brasileiro

GTranslate

pten

Opções de acessibilidade

 
Início do conteúdo da página
Últimas notícias

Unifesspa integra rede nacional para ofertar Mestrado em Educação Inclusiva

  • Publicado: Terça, 30 de Outubro de 2018, 15h00
  • Última atualização em Terça, 30 de Outubro de 2018, 16h23
  • Acessos: 2682

Destaque VCPEE editada SauloA Universidade Federal do Sul e Sudeste do Pará (Unifesspa) ofertará vagas no novo programa de Mestrado Profissional em Educação Inclusiva, coordenado pela Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho (Unesp). A instituição é uma das oito universidades participantes da rede nacional de oferta do programa, que teve sua aprovação divulgada no último dia 26, pela Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes).

O mestrado será ofertado na modalidade semipresencial e é voltado para professores da rede básica de ensino que atuam na área de inclusão, sendo o segundo programa de pós-graduação em educação inclusiva do Brasil. A previsão inicial é de serem ofertadas 150 vagas.

Elas serão distribuídas entre as instituições associadas, contemplando as cinco regiões do país. A Unifesspa deverá receber entre 10 a 15 vagas, sediando em Marabá o polo na região norte. O edital de seleção deve ser publicado em breve e a expectativa é que já no primeiro semestre de 2019 tenha início as aulas da primeira turma.

Para a professora e integrante do quadro docente do mestrado, Lucélia Cardoso Cavalcante Rabelo, participar da proposta é uma conquista histórica. “Somos a única universidade federal do país participando da proposta. Temos muito a comemorar, pois essa experiência inaugurará a criação de condições propícias para nos tornarmos também uma referência na área”. A professora parabenizou ainda o compromisso com a política de acessibilidade e inclusão adotada pela gestão da Unifesspa.

O mestrado

A estrutura curricular ofertada será composta por disciplinas obrigatórias, oferecidas em todos os polos, e disciplinas optativas, que poderão ser diferentes em cada polo, de acordo com a necessidade de cada região e especialidade dos professores envolvidos.

As disciplinas, de modo geral, serão voltadas para a formação em Educação numa perspectiva inclusiva e mais um rol de várias disciplinas específicas nas áreas das deficiências, transtornos globais do desenvolvimento e altas habilidades/superdotação.

Participam como professores da Unifesspa, cadastrados na proposta: Ana Cledina Rodrigues Gomes (Faced), Diogenes Henrique de Siqueira Silva (IESB), Hildete Pereira dos Anjos (Faced) e Lucélia Cardoso Cavalcante Rabelo (Faced).

Fazem parte do projeto a Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho (UNESP- Presidente Prudente); Universidade Estadual do Maranhão (Uema), Universidade Estadual de Maringá (UEM), Universidade do Estado de Mato Grosso (Unemat), Universidade Estadual de Ponta Grossa (UEPG), Universidade do Estado de Santa Catarina (Udesc), Universidade Estadual do Paraná (Unespar).

0
0
0
s2sdefault
registrado em:
Fim do conteúdo da página