Ir direto para menu de acessibilidade.
Portal do Governo Brasileiro

GTranslate

pten

Opções de acessibilidade

 
Início do conteúdo da página
Últimas notícias

Prefeitura de São Félix do Xingu doa terreno para a Unifesspa

  • Publicado: Sexta, 06 de Julho de 2018, 09h57
  • Última atualização em Sexta, 06 de Julho de 2018, 18h27
  • Acessos: 656

Destaque Doação terreno IEXNa tarde do último domingo (01/07), a prefeita Minervina Barros, do município de São Félix do Xingu, assinou o termo de doação de terreno para instalação do campus da Universidade Federal do Sul e Sudeste do Pará (Unifesspa) em São Félix do Xingu.
Com a efetivação da doação do terreno será possível iniciar, ainda este ano, a construção do primeiro prédio do campus que abriga o Instituto de Estudos do Xingu (IEX) e que, atualmente, funciona em prédio cedido pela Prefeitura Municipal já ofertando o curso de Licenciatura em Letras; o de Licenciatura em Ciências Biológicas, que terá sua primeira turma ofertada no segundo semestre deste ano; e o curso de engenharia florestal, que será ofertado no primeiro semestre de 2019.
A prefeita municipal Minervina Barros declarou sua imensa satisfação em efetivar tal doação e esclareceu que “a concretização da transferência do terreno destina à instalação da Unifesspa no município demorou mais do que ela gostaria em função da existência de problemas fundiários, já que o município, até pouco tempo, não dispunha de jurisdição sobre a Légua Patrimonial da área urbana do município o que impedia a realização de registro de qualquer título fundiário de caráterdefinitivo”. Ela destacou, ainda, que “com este ato cumpria um compromisso não só com a Unifesspa, mas com toda a população de São Félix do Xingu e da região”.
O reitor da Unifesspa, professor Maurílio Monteiro, ao receber o documento ressaltou que aquele ato “era um importante marco para a consolidação da Unifesspa uma vez que possibilitava a construção de prédios próprios, a melhoria da infraestrutura a serviço da comunidade acadêmica e oferece bases concretas para que possamos lutar para a implantação de novos cursos para atender aos jovens da região. ”

0
0
0
s2sdefault
registrado em:
Fim do conteúdo da página