Ir direto para menu de acessibilidade.
Portal do Governo Brasileiro

GTranslate

pten

Opções de acessibilidade

 
Início do conteúdo da página
Últimas notícias

Apoio aos docentes: Unifesspa conquista 200 bolsas para o Pibid e Residência Pedagógica

  • Publicado: Segunda, 04 de Junho de 2018, 08h22
  • Última atualização em Terça, 05 de Junho de 2018, 09h25
  • Acessos: 513

pibid rpA Pró-reitoria de Ensino de Graduação (Proeg) da Universidade Federal do Sul e Sudeste do Pará (Unifesspa) submeteu à Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes) - proposta ao Programa Institucional de Iniciação à Docência (Pibid) e ao Programa Residência Pedagógica.

As propostas concorreram em âmbito nacional aos editais dos respectivos programas e obtiveram aprovação. Para o Pibid foram concedidas 104 bolsas de iniciação à docência e para o Programa Residência Pedagógica foram concedidas 96 bolsas.

Na Unifesspa, dez cursos de licenciatura participarão do Pibid, entre eles estão o de Licenciatura em História, Geografia, Artes Visuais, Ciências Naturais, Educação do Campo e Licenciatura em Química no campus de Marabá; Licenciatura em História no campus de Xinguara e Licenciatura em Matemática do campus de Santana do Araguaia que desenvolverá projeto multidisciplinar com o curso de Letras – Português do campus de Marabá – (turma Parfor).

No Programa Residência Pedagógica participam os cursos de Licenciatura em Química, Licenciatura em Física e Pedagogia (campus de Marabá).

A proposta da Unifesspa prevê que os programas serão desenvolvidos em escolas municipais e/ou estaduais dos municípios de Marabá, São João do Araguaia, Xinguara, Santa Maria das Barreiras, Pau D’Arco, Jacundá, São Domingos do Araguaia, Nova Ipixuna do Pará e Santana do Araguaia.

A próxima etapa será a seleção de alunos e professores da escola básica. Como contrapartida da Unifesspa, a Proeg disponibilizará provimento de bolsas, no mesmo valor pago pela Capes, para 42 bolsistas voluntários do Pibid, informados na proposta institucional. 

Recém-lançado, o Programa de Residência Pedagógica pretende induzir o aperfeiçoamento do estágio, componente obrigatório nos currículos das licenciaturas. Participam do programa alunos que estejam na segunda metade do curso. Os integrantes recebem bolsas para realizar projetos em escolas públicas. Diferentemente do Pibid, na Residência Pedagógica - os futuros professores exercem a regência de classe.

O Pibid concede bolsas para alunos da primeira metade do curso de licenciatura desenvolverem projetos em escolas públicas. Os estudantes são orientados por um professor da escola e por um docente de sua IES. Dessa forma, o Pibid promove a iniciação à docência diretamente no ambiente escolar. Em funcionamento desde 2009, o programa foi redesenhado em 2018.

Na Proeg, o Pibid é vinculado à Diretoria de Planejamento e Projetos Educacionais, enquanto o Programa Residência Pedagógica estará vinculado à Diretoria de Ensino de Graduação. Cada programa possui um coordenador institucional para fazer a gestão em conjunto com a respectiva diretoria.

Mais informações sobre o Pibid - Programa Institucional de Bolsa de Iniciação à Docência (Pibid) podem ser acessadas pelo seguinte link: http://capes.gov.br/educacao-basica/capespibid. Sobre o Programa de Programa de Residência Pedagógica pode ser acessado pelo: http://capes.gov.br/component/content/article/55-educacao-basica-s/conteudo-eb/8776-programa-de-residencia-pedagogica

0
0
0
s2sdefault
registrado em:
Fim do conteúdo da página