Ir direto para menu de acessibilidade.
Portal do Governo Brasileiro

GTranslate

pten

Opções de acessibilidade

 
Início do conteúdo da página
Últimas notícias

Unifesspa pede agilidade na implantação da Rota Universitária e busca alternativas para melhorar transporte interunidades

  • Publicado: Quinta, 12 de Abril de 2018, 11h40
  • Última atualização em Quinta, 12 de Abril de 2018, 18h41
  • Acessos: 718

onibus destaqueEm quase cinco anos de criação, a Unifesspa aumentou em 80% o número de alunos matriculados e quase dobrou o número de servidores, com a nomeação de novos professores e técnicos administrativos. Com esse importante crescimento, o número de usuários dos ônibus Unifesspa já supera a capacidade de atendimento do transporte gratuito oferecido pela Instituição.

De acordo com o reitor, Maurílio de Abreu Monteiro, a oferta de ônibus à comunidade acadêmica, iniciada em 2014, visava a suprir, temporariamente, a ausência do transporte coletivo no bairro, serviço oferecido por meio de concessão pública, cuja responsabilidade é dos governos municipais. No entanto, a cada ano cresce a comunidade universitária, bem como a população do entorno e, ainda, não foram implantadas novas rotas que atendam efetivamente os usuários do transporte coletivo.

Nesta quinta-feira (12), a reitoria encaminhou um novo ofício ao Departamento Municipal de Trânsito e Transporte Urbano (DMTU) com pedido de agilidade no processo de implantação da Rota Universitária, anunciada pela gestão municipal. Em outubro do ano passado, o DMTU enviou resposta ao ofício nº 161/2017 – Sinfra/Unifesspa, ocasião em que não recomendava a aquisição de um ônibus articulado por parte da universidade, julgando que novos veículos da Instituição inviabilizariam a implantação da nova rota.

Além do pedido de audiência com a Prefeitura para discutir o tema, a Reitoria também agendou para as 16h desta quinta-feira (12), no gabinete da reitoria, uma reunião com diretores do Institutos, Centros Acadêmicos, Secretaria de Infraestrutura (Sinfra) e a Pró-reitoria de Desenvolvimento e Gestão de Pessoas (Progep) para debater novas soluções emergenciais, a exemplo de ajustes nos horários de início das aulas, promovendo um escalonamento entre os cursos e diminuindo o fluxo de alunos num mesmo horário de itinerário dos ônibus, entre outras sugestões pertinentes.

 Despesas com ônibus Unifesspa

A Unifesspa investe anualmente cerca de meio milhão de reais com o transporte coletivo que envolvem despesas com contratação de motoristas, manutenção dos veículos e combustível. São 220 km rodados por dia e mais de 109 mil quilômetros percorridos, anualmente, com custo de R$ 120 mil em combustíveis ao ano. Circulam em média 1500 pessoas, diariamente, entre professores, técnicos, alunos e terceirizados na Unidade III, do Campus de Marabá.


0
0
0
s2sdefault
registrado em:
Fim do conteúdo da página