Ir direto para menu de acessibilidade.
Portal do Governo Brasileiro

GTranslate

pten

Opções de acessibilidade

 
Início do conteúdo da página
Últimas notícias

Comunidade acadêmica e autoridades políticas prestigiam inauguração do Galpão de Laboratórios do IGE

  • Publicado: Domingo, 08 de Abril de 2018, 03h32
  • Última atualização em Segunda, 09 de Abril de 2018, 12h13
  • Acessos: 753

Destaque InauguraçãoGalpãoNum dia histórico para a política brasileira, momento em que o país e o mundo acompanhavam a tensão nacional diante da iminente prisão de um ex-presidente, professores, alunos, técnicos administrativos da Universidade Federal do Sul e Sudeste do Pará (Unifesspa) e autoridades políticas celebravam mais uma importante conquista para a educação pública superior no sul e sudeste paraense.

Nesse clima misto de comemoração, resitência e inquietação política, foi inaugurado, na tarde da última sexta-feira, (06/04), o Galpão de Laboratórios do Instituto de Engenharias e Geociências (IGE) da Unifesspa.

Com investimentos de aproximadamente R$ 4 milhões, o prédio do galpão de laboratórios proporcionará condições físicas adequadas para o desenvolvimento das atividades práticas dos cursos de Engenharia e dos cursos de Sistemas de Informação e Geologia. São 17 laboratórios construídos no espaço, permitindo a participação ativa dos discentes em atividades experimentais, garantindo o aprimoramento do processo de ensino-aprendizagem.

O coordenador geral do DCE e estudante do curso de Ciências Sociais da Unifesspa, Igor Silva, foi o primeiro a se pronunciar na solenidade e, enquanto representante máximo da classe estudantil, falou do significado desta importante obra para o avanço da educação pública no Estado. “Parabenizo todos os estudantes, pois é um momento de alegria e de conquista que deve ser preservada para as próximas gerações. Mas, não posso deixar de externar meu sentimento de revolta pelo momento histórico de hoje, fazendo um recorte sobre esse dia triste e lamentável que só reforça a injustiça ainda forte nesse país”, declarou Igor Silva, se referindo ao fato político recente.

ErinaldoCavalcanteO professor de História, Erinaldo Cavalcanti fez um discurso contundente sobre a importância das políticas públicas para o desenvolvimento de uma sociedade. Como filho de agricultores do Nordeste, sendo o primeiro da família a conquistar o ensino superior, narrou sua própria trajetória de vida para demonstrar que, sem políticas públicas, não há vitórias sociais no país.

“Historicamente, as universidades foram criadas para atender aos filhos brancos das elites brasileiras. Mas um menino da roça sonhou, lutou e hoje é professor do magistério superior numa universidade pública. Alguém poderia dizer: Nossa, que lutador, mereceu! Mas essa leitura é apenas uma parcela da interpretação. Aquele jovem venceu porque além dos esforços pessoais havia um projeto político em andamento que criou condições para investir na educação superior e para que ela fosse ampliada, deixando de existir apenas nas capitais e grandes centros. Sem as condições políticas teria sido um esforço em vão. Não podemos permitir que retrocessos aconteçam”, finalizou o professor, emocionado e sob os aplausos da plateia.

Também discursaram em defesa do ensino público superior e destacaram os avanços da Unifesspa, o diretor do IGE, professor José de Arimatéia, o vereador Marcelo Alves, representando a Câmara Municipal de Marabá; o deputado federal Edmilson Rodrigues, os deputados estaduais Dirceu Ten Caten e Airton Faleiro; e o reitor da Unifesspa, Prof. Dr. Maurílio de Abreu Monteiro. Em seu discurso, o reitor ressaltou a importância do serviço público federal e da política para o avanço das instituições.

Reitor

“Nós estamos colocando, hoje, à disposição da sociedade 17 laboratórios, uma estrutura que é resultado do movimento de uma política que não parou e que continua. Hoje, é mais um dia de luta e resistência, e essa obra representa essa resistência. Precisamos continuar lutando e acreditando na boa política. A política e o serviço público precisam ser defendidos, esse é o caminho para mudar a nação e fazer com que pessoas pobres mudem de vida pela educação. Viva à política, viva o serviço público e vida longa à Unifesspa”, finalizou.

Ao final dos discursos, foram realizados o corte da fita e o descerramento da placa, inaugurando a nova estrutura de quase 2 mil metros quadrados, e dando início a uma nova fase de produção acadêmica e científica na Unifesspa.

“A inauguração de um prédio no interior da Amazônia destinado a atender demandas das áreas tecnológicas e de inovação, demonstra o esforço da administração superior e dos servidores da Unifesspa, em especial do IGE, para solidificar os 5 novos cursos voltados para a área de Engenharia do Instituto, além de fortalecer os demais”, afirmou o diretor do IGE, destacando a recente conquista do curso de Engenharia Química que obteve nota máxima na avaliação do MEC, ficando entre os 12 melhores do país e o curso mais bem avaliado do Norte e Nordeste.

Recém-selecionado para uma vaga de estágio numa grande empresa, ocasião em que disputou com mais de 200 candidatos da área de engenharia, o estudante Fábio Silva Lima resumiu a importância da nova estrutura para o desenvolvimento profissional dos alunos da Unifesspa. “Pra nós estudantes é o começo de uma grande história. Ter um Galpão de laboratórios como esse é fundamental para que a gente possa se qualificar cada vez mais e poder ter o contato na prática daquilo que a gente vai vivenciar no mundo do trabalho. Essa estruturação com novos e modernos equipamentos também faz com que o mercado nos veja de uma forma diferenciada”, reconheceu o estudante do curso de Engenharia Mecânica da Unifesspa. 

PublicoInaguração

VisitaGalpão

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

0
0
0
s2sdefault
registrado em:
Fim do conteúdo da página