Ir direto para menu de acessibilidade.
Portal do Governo Brasileiro

GTranslate

pten

Opções de acessibilidade

 
Início do conteúdo da página
Últimas notícias

Unifesspa mantém suspensão das aulas e reforça orientações à comunidade universitária

  • Publicado: Sábado, 28 de Março de 2020, 14h54
  • Última atualização em Segunda, 18 de Mai de 2020, 12h09
  • Acessos: 7524

nota bloqueio destaqueApós recente avaliação do Comitê de Acompanhamento do novo coronavírus (Covid-19), a Universidade Federal do Sul e Sudeste do Pará (Unifesspa) decidiu suspender, por tempo indeterminado, as atividades e eventos acadêmicos, em todos os campi da Instituição. Desde o dia 19 de março, as aulas já haviam sido interrompidas e o trabalho administrativo passou a ser realizado remotamente.

A decisão leva em consideração o quadro epidemiológico, divulgado pelas autoridades de saúde, que mostra o rápido avanço da pandemia do novo coronavírus no país. Segundo projeções do Ministério da Saúde, os próximos 30 dias serão difíceis, marcados pelo aumento da curva de crescimento dos casos. Por isso, o isolamento nesta fase é crucial para achatar a curva epidêmica, evitando sobrecarga no sistema de saúde.

Assim, ao estender o período de suspensão de suas atividades acadêmicas presenciais, a Unifesspa reafirma o compromisso de preservar a saúde de seus estudantes, técnicos, professores e colaboradores que prestam serviços terceirizados, contribuindo socialmente para evitar a proliferação do vírus.

Devido à necessidade de inserção de novas informações, a Pró-Reitoria de Gestão de Pessoas (Progep) publicou nova Instrução Normativa, no âmbito das medidas de prevenção e adequação do funcionamento das atividades administrativas da universidade. Foram alteradas algumas atividades essenciais e incluído a vedação de pagamento e concessão de alguns auxílios e adicionais para servidores, conforme determinação do Ministério da Economia. A IN pode ser conferida, na íntegra, aqui

A Unifesspa segue monitorando as informações dos órgãos oficiais de saúde, nas esferas municipal, estadual e federal. É com base nesses dados que a equipe do Comitê de Acompanhamento avalia e estabelece medidas para proteção da comunidade acadêmica. De acordo com o último boletim divulgado pela Secretária de Saúde Pública do Pará (Sespa), até às 17h do dia 27 de março, o estado possui 16 casos confirmados, sendo um deles em Marabá, 451 casos descartados e outros 122 ainda em análise.

Sempre que necessário, novas orientações sobre a situação da pandemia serão divulgadas pelo Comitê, nas páginas e redes sociais oficiais da Unifesspa, com o objetivo de deixar a comunidade universitária informada sobre as decisões da Instituição.

Recomendações

Em sintonia com as recomendações da Organização Mundial de Saúde (OMS) e do Ministério da Saúde, o Comitê de Acompanhamento reforça a orientação para que a comunidade permaneça em quarentena domiciliar, evite aglomerações, mantenha distanciamento físico e fortaleça bons hábitos de higiene, lavando as mãos frequentemente. Tais medidas são consideradas essenciais para a contenção da disseminação da doença.

Orientações dos órgãos de saúde local são de que, ao menor surgimento de sintomas de gripe, contato com pessoa doente ou que retornou de local com caso confirmado, seja feito o isolamento domiciliar voluntário por 14 dias. Caso julgue necessário o atendimento médico pelo agravamento da febre e tosse, deve-se procurar uma unidade básica de saúde para orientações e triagem clínica quanto à necessidade de realização do exame confirmatório. Se os sintomas como febre e tosse se agravarem significativamente e surja dificuldade respiratória, o indivíduo deve procurar atendimento médico hospitalar.

O Comitê reitera que viagens devem ser evitadas. Em caso de necessidade de deslocamento, o Comitê deve ser comunicado imediatamente pelo e-mail: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo., sob o título NOTIFICAÇÃO DE DESLOCAMENTO PARTICULAR. Nesse caso, o indivíduo deve manter-se em isolamento domiciliar por 14 dias.

0
0
0
s2sdefault
registrado em:
Fim do conteúdo da página