Ir direto para menu de acessibilidade.
Portal do Governo Brasileiro

GTranslate

pten

Opções de acessibilidade

 
Início do conteúdo da página
Últimas notícias

Unifesspa vai ofertar Licenciatura em Ciências Biológicas no Campus de São Félix do Xingu

  • Publicado: Sexta, 03 de Novembro de 2017, 21h06
  • Última atualização em Domingo, 05 de Novembro de 2017, 16h46
  • Acessos: 1344

ReuniaoIEX

A Universidade Federal do Sul e Sudeste do Pará (Unifesspa) vai ofertar, em 2018, o curso de Licenciatura em Ciências Biológicas no Campus de São Félix do Xingu. A meta é oferecer pelo menos 30 vagas já no segundo processo seletivo do Sistema de Seleção Unificada, o SiSU 2, previsto para junho do ano que vem. 

Na quarta-feira (1°), o reitor da Unifesspa, Maurílio de Abreu Monteiro, se reuniu com pró-reitores e representantes do Instituto de Estudos do Xingu (IEX) para definir os próximos passos no processo de implantação da nova licenciatura, que deverá produzir sinergia com o campo das Ciências Agrárias. A ideia é criar uma estrutura curricular que dialogue com os próximos cursos a serem implantados no Campus.

“Com a Licenciatura em Ciências Biológicas, a Unifesspa segue avançando no campo da Educação e já utiliza parcela dessa estrutura para um próximo curso de bacharelado na área das Ciências Agrárias”, adiantou o reitor, sugerindo a criação de uma comissão de trabalho para auxiliar o Instituto nesse processo de articulação entre as diferentes áreas do conhecimento, visando a melhor estruturação dos editais de concurso para professor, que serão lançados ainda este ano. A proposta é que a comissão também possa nortear a construção dos laboratórios de ensino e pesquisa.

Com a liberação de códigos de vagas para a contratação de novos professores e técnicos, os campi de São Félix do Xingu, Santana do Araguaia, Xinguara e Rondon do Pará serão contemplados, preferencialmente, com as vagas, fortalecendo o quadro de pessoal nos institutos e permitindo a oferta imediata dos cursos em implantação. A expectativa da Unifesspa é oferecer ao menos cinco cursos de graduação em cada campus fora de sede.

O diretor interino do IEX, Prof. Dr. Fábio Mario da Silva e a coordenadora de estágio, Profa. Dra. Elaine Ferreira Dias destacaram os avanços do Instituto, entre eles, a recente conquista de espaço para nova sede do Campus e a importância do diálogo estabelecido com a comunidade de São Félix do Xingu. “A comunidade se sentiu contemplada com o curso de Ciências Biológicas e está entusiasmada com a possibilidade de novos cursos na área de Ciências Agrárias. Por ser uma região com grande vocação agrária, esse era um anseio da sociedade local”, afirmou a professora Elaine Ferreira. 

registrado em:
Fim do conteúdo da página