Ir direto para menu de acessibilidade.
Portal do Governo Brasileiro

GTranslate

pten

Opções de acessibilidade

 
Início do conteúdo da página
Últimas notícias

Nota de pesar pelo falecimento do professor Jean Hébette

  • Publicado: Segunda, 14 de Novembro de 2016, 20h00
  • Última atualização em Segunda, 14 de Novembro de 2016, 20h12
  • Acessos: 1471

jeanA Universidade Federal do Sul e Sudeste do Pará (Unifesspa) externa profundo pesar pela morte de um dos mais destacados docentes e pesquisadores do país, o professor Jean Hébette. Ele morreu na última sexta-feira (11), aos 91 anos, na Bélgica, seu país de origem.

Após viver quase meio século na Amazônia, Jean Hébette se tornou referência no cenário nacional e internacional em pesquisas sobre a Amazônia, especificamente na temática do campesinato, grupo social pelo qual lutou em defesa dos direitos e da dignidade humana.

Foi um dos pilares importantes na construção da Universidade Federal na região do Sul e Sudeste do Pará. Criou o Centro Agro-Ambiental do Tocantins (CAT), o Laboratório SócioAgronômico do Tocantins (Lasat) e contribuiu para o fortalecimento da Escola Familiar Agrícola (EFA), espaços relevantes para a organização política dos camponeses e à formação de um pensamento crítico engajado. Foi, ainda, um dos principais responsáveis pela criação do curso de Ciências Sociais dessa Universidade. O curso de Educação do Campo também é reflexo do seu engajamento.   

Jean Hébette deixa um legado singular para a compreensão do campesinato na Amazônia, que influenciou diversos pesquisadores, sindicalistas, estudantes e camponeses. Sua obra Cruzando a Fronteira: 30 anos de estudos do campesinato na Amazônia é a maior expressão desse legado.

O mestre Jean Hébette foi orientador de pesquisadores que hoje integram o quadro de professores da Unifesspa, as professores Edma do Socorro Silva Moreira e Simone Cristina Contente Padilha, além de professor de tantos outros desta Instituição.   

A Unifesspa homenageia esse intelectual orgânico e solidariza-se com a família, amigos e admiradores de Jean Hébette, o qual será sempre lembrado por sua perseverança na luta contra a opressão.

0
0
0
s2sdefault
registrado em:
Fim do conteúdo da página