Ir direto para menu de acessibilidade.
Portal do Governo Brasileiro

GTranslate

pten

Opções de acessibilidade

 
Início do conteúdo da página
Últimas notícias

Inscrições para o SiSU 2021 são abertas e estudantes podem concorrer a 1.435 vagas na Unifesspa

  • Publicado: Quarta, 07 de Abril de 2021, 12h16
  • Última atualização em Quarta, 07 de Abril de 2021, 15h51
  • Acessos: 341

Destaque Habilitacao SiSU 0007Candidatos que fizeram o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2020 e desejam concorrer a uma das 1.435 vagas ofertadas pela Unifesspa têm até a próxima sexta-feira, dia 9 de abril, para se inscrever no Sistema de Seleção Unificada (SiSU). As vagas são para 42 cursos de graduação, distribuídas nos cinco campi da Instituição.

As inscrições são realizadas, exclusivamente, de forma on-line, na plataforma do Sisu. É importante que os candidatos tenham lido o edital da Unifesspa, que apresenta os critérios, modalidades de ingresso, cursos e vagas ofertadas nesta edição. O documento pode ser acessado aqui. Um tira-dúvidas, preparado pela Unifesspa, também traz informações sobre o processo seletivo, da inscrição ao resultado.

No ato da inscrição, o candidato pode escolher até duas opções de vaga, indicando a ordem de preferência. Estão aptos a concorrer a uma vaga na Unifesspa quem tiver obtido nota acima de zero nas 4 áreas do Conhecimento do Enem e mínimo de 400 pontos em Redação. Pelo calendário acadêmico, os ingressantes nesta seleção, a depender da oferta do curso, começam as aulas no mês de setembro de 2021.

Todo o processo de seleção de candidatos é realizado pelo Ministério da Educação (MEC), com base nas notas obtidas pelos estudantes no Enem 2020. A previsão é que os resultados sejam divulgados no próximo dia 13 de abril. Após essa data, as universidades começarão a chamar os selecionados, para entrega de documentação e confirmação do interesse pelas vagas.

Habilitação Institucional

Este ano, a habilitação dos aprovados ocorrerá de forma distinta aos dos anos anteriores, devido ao atual quadro de pandemia, à suspensão de atividades presenciais na Unifesspa e em atendimento ao protocolo de biossegurança adotado pela Instituição.

aula remotaDe acordo com edital publicado pelo CRCA, todo o processo de habilitação será realizado de forma remota, por meio do preenchimento de formulários e envio de documentação pela internet. A habilitação é o que garante a ocupação da vaga pelo candidato classificado.

Por isso, é importante que os estudantes leiam o edital com muita atenção, observem os documentos comprovatórios necessários para cada modalidade de ingresso para a entrega da documentação no prazo determinado.

Ainda de acordo com o edital, os candidatos classificados deverão acessar o Cadastro Online de Calouros (COC), no endereço eletrônico https://coc.unifesspa.edu.br, preencher o Cadastro Acadêmico e enviar os documentos necessários à efetivação do vínculo institucional, a fim de tornarem-se aptos à matrícula. O cronograma com os prazos para a habilitação será publicado nos Editais de Convocação, no endereço eletrônico: https://crca.unifesspa.edu.br.

Segundo, o CRCA é obrigatório o preenchimento do Cadastro Online de Calouros e fazer upload da documentação obrigatória no ato da habilitação, sendo vedada a entrega ou complementação posterior de documentos, salvo no prazo de recursos. Os documentos deverão ser digitalizados de maneira legível e no formato PDF.

Documentos

São documentos comuns a todos os candidatos: cadastro acadêmico on-line, cédula de identidade, CPF, título de eleitor, comprovante de residência, histórico e Certificado de Conclusão do Ensino Médio, quitação militar para candidatos do sexo masculino.

Destaque habilitacao sisuJá os ingressantes por cotas ou ações afirmativas devem apresentar a documentação exigida para comprovar sua modalidade de ingresso, conforme cada caso. É importante ressaltar que apenas o RG é aceito como documento de identificação, não podendo ser substituído por CNH ou passaporte. 

Outra novidade é que este ano, pela primeira vez, a Unifesspa realizará bancas de heteroidentificação para os candidatos que concorrerem às vagas destinadas às cotas étnico-raciais, seguindo o disposto na Portaria N. 1177/2020 da Reitoria. O procedimento de heteroidentificação acontecerá por meio da avaliação dos arquivos enviados (fotos e vídeo) e da validação da autodeclaração de cada candidato.

Também poderá haver entrevistas. Para candidatos autodeclarados negros (pretos e pardos) será considerado apenas o critério fenotípico. Para candidatos autodeclarados indígenas haverá a declaração de pertencimento.

0
0
0
s2sdefault
registrado em:
Fim do conteúdo da página