Ir direto para menu de acessibilidade.
Portal do Governo Brasileiro

GTranslate

pten

Opções de acessibilidade

 
Início do conteúdo da página
Últimas notícias

Xinguara: Laboratório de Extensão e Pesquisa em Educação Geográfica promove atividades extracurriculares

  • Publicado: Quarta, 08 de Julho de 2020, 15h30
  • Última atualização em Sábado, 11 de Julho de 2020, 16h14
  • Acessos: 839

instagram cartografiaEm tempos de isolamento social, promover estratégias para manter os alunos, de alguma forma, em contato com os estudos é um grande desafio. Pensando nisso, o Laboratório de Extensão e Pesquisa em Educação Geográfica (Lepeg), do Instituto do Trópico Úmido (IETU/Unifesspa), tem realizado diversas ações lúdicas, de forma on-line, para integrar e ajudar os estudantes nesse momento em que as atividades acadêmicas presenciais estão suspensas.

São atividades artísticas e culturais, de caráter educacional e extracurricular (não computadas para fins avaliativos). A primeira iniciativa foi a indicação de filmes com temas da geografia. A ideia é estimular o debate de produções audiovisuais e criar oportunidades de aproximação entre a comunidade universitária. Isso, levando em consideração as opiniões e limitações dos estudantes.

“Estamos vivendo um momento delicado e é muito importante ouvir nossos alunos. Por isso, buscamos entender e propor atividades que respeitassem o tempo e o espaço deles. Assim, essas indicações de filmes ou outras atividades não têm dia e horário marcado. A ideia é fazer quando e como puder”, explica a professora e coordenadora do Lepeg, Thiara Breda.

Thiara conta que, logo após iniciar as indicações de filmes, resolveu compartilhar com os alunos uma playlist de músicas, que até então era de uso pessoal. Como forma de descansar e fugir um pouco das telas dos computadores e TVs, a playlist “Bússola Suleada” traz uma variada seleção com mais 10 horas de músicas. Recentemente, a playlist foi citada em uma reportagem do site do Itaú cultural.

“Algumas músicas são nitidamente com temas geográficos, como ‘Rotação’. Outras, porém, falam da geografia de uma forma mais sutil ou, ainda, falam do isolamento social e desse momento que vivemos. A ideia é que a playlist possa ser ouvida por todos os públicos e o feedback tem sido muito positivo nesse sentido”, afirma a professora.

Outra ação que está sendo desenvolvida é produção e exibição de um programa “talk show”, esquematizado em conjunto com os alunos. A primeira edição foi divulgada em comemoração ao Dia do Professor de Geografia e abordou dúvidas e explicações acerca do Programa Institucional de Bolsa de Iniciação à Docência (Pibid).

talk showDividido em quatro blocos, o programa “De Frente com a Thi” recebeu professores de outras instituições para falar suas experiências com o Pibid. “É importante dizer que o programa é desenvolvido com os alunos, que enviam perguntas e participam ativamente do processo de construção do talk show”. O programa piloto pode ser acessado aqui.

Recentemente, a professora Thiara Breda participou no Podcast "Geografia para que(m)? : Cartografias Porosas e suas possibilidades na educação, na arte e na cultura", numa conversa com a professora Márcia Alves (UFMT), sobre pesquisas desenvolvidas na Unifesspa.  O Podcast pode ser conferido aqui.

A pesquisadora desenvolve, ainda, um projeto pessoal que envolve a produção e divulgação de materiais didáticos feitos durante a pandemia, a exemplo da instalação 'Grades cartográficas', ação ligada ao Lepeg e realizada em parceria com o professor Flávio Gatti. O material é divulgado no Instagram, na conta “cARTografias porosas: Para pensar a Arte e a Cartografia”.

“Tenho a sensação que a suspensão do calendário acadêmico trouxe uma ansiedade para nós, por tudo o que isso envolve. Foi preciso resignificar algumas coisas e isso me fez pensar que, nesse momento, além de produzir intelectualmente a gente precisa produzir felicidade, produzir coisas que nos dê prazer”, finaliza.

O Lepeg

O Laboratório de Extensão e Pesquisa em Ensino de Geografia (Lepeg) desenvolve atividades de apoio ao curso de Licenciatura em Geografia da Unifesspa em Xinguara. Atualmente, é coordenado pelas professoras Thiara Breda e Raphaela Desidério e conta com o apoio de uma bolsista, a discente Gabrielli Brandão.

O Lepeg está vinculado ao Grupo de Pesquisa de Extensão e Pesquisa em Educação Geográfica e busca pensar a extensão e a pesquisa junto com a comunidade. Os projetos desenvolvidos no laboratório estão conectados às escolas da rede básica, que envolvem, por exemplo, a produção de materiais didáticos. No momento, por conta da pandemia, desenvolve ações e atividades, de forma on-line, para integrar os alunos e professores.

0
0
0
s2sdefault
registrado em:
Fim do conteúdo da página