Ir direto para menu de acessibilidade.
Portal do Governo Brasileiro
 
Início do conteúdo da página

Rondon ganha novo prédio da Unifesspa

Publicado: Segunda, 13 de Fevereiro de 2017, 17h07 | Última atualização em Segunda, 13 de Fevereiro de 2017, 17h12 | Acessos: 490
Rondon ganha novo prédio da Unifesspa
04/02/2017 - 09:51

Uma solenidade de inauguração foi realizada na manhã desta sexta-feira (3) na cidade de Rondon do Pará para apresentação do novo prédio do Instituto de Ciências Sociais Aplicadas (ICSA), da Universidade Federal do Sul e Sudeste do Pará. Além da direção da universidade, estiveram presentes na ocasião políticos, lideranças comunitárias, funcionários da Unifesspa e alunos.

A diretora do campus de Rondon do Pará, mestre Érica Júcio dos Reis, contou que a obra do novo edifício se iniciou em 2014, por meio de uma parceria com a Pró-reitoria de Administração da universidade, comandada pelo Doutor Leandro de Oliveira Ferreira. Ela acrescentou que o prédio é constituído por quatro pavimentos ao todo, sendo 12 salas de aula, uma ampla biblioteca, três mini auditórios, laboratório de informática, salas de protocolo, de estudos e de professores.

Durante a inauguração, houve visitação das instalações e centenas de pessoas, entre servidores, alunos e pais de alunos puderam conhecer detalhes da estrutura. O instituto conta, atualmente, com os cursos superiores de Administração e Ciências Contábeis, sendo que há possibilidade da implantação do curso de Jornalismo futuramente. “Porém, a gente sabe que as dificuldades atuais do cenário educacional não permite precisar quando. O curso de Jornalismo demanda a construção de laboratórios específicos, então a gente não tem uma previsão de início. Mas o projeto já está pronto e aprovado”, destacou Érica.

De acordo com o reitor da universidade, Maurílio de Abreu Monteiro, o projeto inicial do ICSA prevê pelo menos cinco cursos universitários ativos em Rondon do Pará. “O propósito da Unifesspa é de transformar a sociedade para um Brasil mais justo. Por isso o nosso compromisso, de professores, técnicos e alunos, por uma educação superior, pública e de qualidade”, pontuou.

Capacidade

O prédio foi construído em um espaço de 2.670 metros quadrados com recursos federais no valor de R$4 milhões. Atualmente, há 350 alunos, em média, em cada curso do bloco universitário, além de 19 professores e 8 técnicos-administrativos para dar conta da demanda. “Pretendemos prosseguir todos os anos com mais entrada de docentes, inserir servidores e técnicos administrativos”, confirmou a diretora do campus.

Estudante do segundo ano do Ensino Médio, Andressa Helen Medeiros dos Santos esteve presente na solenidade de inauguração e aprovou o novo prédio. “Isso é muito bom, porque não vou precisar sair de Rondon para cursar uma faculdade e isso traz vários benefícios para todos nós”, disse. Já Samara Aires Sousa, também aluna do ensino médio, disse que a obra representa um grande avanço para o município.

Importância

O Deputado Estadual, João Chamon, que também esteve presente na ocasião, destacou a importância da universidade para Rondon do Pará e também para o estado. “O termômetro de desenvolvimento de qualquer nação ou território está diretamente relacionado à importância que é destinada a ciência, tecnologia e à inovação. Ou seja, investir nas universidades é promover cidadania e ascensão social. Desta forma, Rondon do Pará não poderia ganhar melhor presente do que a construção de campus universitário moderno e bem adequado”, ressaltou.

Ele ainda disse que a nova unidade terá um papel central no desenvolvimento social, cultural e econômico, local e regional. O deputado lembrou que o Projeto Rondon foi imprescindível para a concepção universitária. “Esse projeto teve a ideia de levar a juventude universitária e professores a conhecer a realidade amazônica, e a participar do processo de seu desenvolvimento”.

(Nathália Viegas com informações de Josseli Carvalho e Ascom Unifesspa)

registrado em:
Fim do conteúdo da página